As gárgulas, na arquitetura, são desaguadouros, ou seja, são a parte saliente das calhas de telhados que se destina a escoar águas pluviais a certa distância da parede e que, especialmente na Idade Média, eram ornadas com figuras monstruosas, humanas ou animalescas, comumente presentes na arquitetura gótica.

Vista Chinesa

Vista Chinesa. Parque Nacional da Tijuca. Rio de Janeiro

Categoria: Obras públicas

Tipologia: Coreto

Natureza: Artística

Tipo: Construção

Material: Peça de rocaille em argamassa

Dados do Monumento

Nome: Coreto da Vista Chinesa 

Data de Inauguração: Out/1903

Autor: Paulo Villon

Fundição/Atelier: 

Propriedade: Pública

Tombamento: Tombamento Federal pelo processo 0762-T-65, inscrito no livro Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico inscrição 042

Ano (tombamento): 1967

Descrição: O monumento está incluído nessa relação devido o convênio de Gestão Compartilhada do Parque Nacional da Tijuca entre a Prefeitura do Rio de Janeiro e o IBAMA desde 22 de março de 2001.
Construção em argamassa imitando o bambu, com seis lados iguais decoradas com dragões em cada extremidade e dois níveis de cobertura, acimada com um lanternim, tudo numa referencia as obras chinesas. 
O nome Vista Chinesa tem origem nos agricultores dessa nacionalidade trazidos para o Rio de Janeiro, na primeira metade do século XIX. 
Essa construção reproduz um monumento memorial da Índia e de outras regiões do Oriente, geralmente em forma de torre, com diversos andares e telhados a cada andar terminados freqüentemente, em pontas curvas

Fonte: Vera Lucia-Inventário dos Monumentos do Rio de Janeiro.

http://www.inventariodosmonumentosrj.com.br/index

Inventario dos Monumentos RJ

As gárgulas da Vista Chinesa

Vídeo por J. Vieira e Lúcia Gomes. 2019