Castelo da Tijuca - Gávea Pequena. Rio de Janeiro

Fazenda de Thomas Cocrhane. 1855. Gávea Pequena. Rio de Janeiro.

As 30.000 LIBRAS ESTERLINAS recebidas em 1855 pelo Dr. Thomas Cochrane, a título de indenização, devem ter-lhe permitido não apenas pensar na organização da Companhia de Carris de Ferro, mas também em preservar o futuro de sua família.
Seguindo o exemplo de outros europeus de seu tempo, procurou encontrar um recanto onde pudesse recolher-se, tranquilo, na companhia da espôsa e dos filhos, fugindo à canícula e ao bulício da Côrte. Encontrou-o nas alturas da Tijuca, por entre suas matas sombrias e eternamente verdes, no lugar conhecido pelo nome de Gávea Pequena. Era um terreno foreiro, pertencente aos herdeiros do Visconde de Asseca, fidalgo português. Estivera na posse de Luiz Guilherme Le-cesne, que, em 1853, o vendera a Henrique Greenwood.
Por escritura lavrada em 21 de novembro de 1855, adquiriu o Dr. Cochrane essa propriedade pela quantia de 7 contos de réis; e o fêz em nome de sua espôsa - Dona Helena Augusta Nogueira da Gama Cochrane, com quem era casado no regime de separação de bens.
No meio da mata, dominado pelas escarpas da montanha voltada para o oceano, que se chama, até hoje, o Morro do Cochrane, com seus 700 metros de altitude, instalou aquêle homem inquebrantável o seu "ninho", como se fôra uma águia solitária; e deu-lhe o expressivo nome de Castelo.
Corresponde ao atual Parque Cochrane, de propriedade da Sra. Ernesto G. Fontes, onde se ergue luxuosa mansão, tôda branca, por entre árvores gigantescas, a dominar um formoso espelho d'água, de puríssimo azul.
Fonte: AROLDO DE AZEVEDO
COCHRANES DO BRASIL
A vida e a obra de
THOMAS COCHRANE.
Obra completa no link: https://bdor.sibi.ufrj.br/bitstream/doc/377/3/326%20PDF%20-%20OCR%20-%20RED.pdf

Antiga fazenda de Thomas Cochrane, médico homeopata, escocês , pioneiro do Caminho de Ferro no Brasil.

Pioneiro no Brasil

Antes do Barão de Mauá

Daguerreotipo Colorizado. Com a indenização de 30.000 libras, Thomas Cochrane comprou o sítio na Floresta da Tijuca, Gávea Pequena em 1855 , que intitulou de Castelo da Tijuca.