Album do Rio de Janeiro. Gotto, Edward . Publicado em London [Inglaterra], Robert J. Cook,

O contrato de esgotos da City Em vista das péssimas condições sanitárias da população, surgiu a idéia de construir uma rede de esgotos. Para tal, em 25 de abril de 1857, com base na Lei nº 719, de , foi assinado pelo Imperador D. Pedro II o contrato básico aprovado pelo Decreto nº 1929 de de esgotamento sanitário da Cidade do Rio de Janeiro, com João Frederico Russel e Joaquim Francisco de Lima Junior, com validade de 90 anos, mediante o qual era concedido àqueles senhores o privilégio de construir e administrar a rede pública de esgotos sanitários, bem como executar as instalações de esgotos dos prédios, dentro dos limites da área central, de cerca de 4,24 km². O contrato de 1857 admitiu a constituição de ema empresa fora do país, com capitais estrangeiros (ingleses), para realizar as obras de implantação do sistema de esgotamento sanitário. Coube a Eduardo Gotto, membro do Instituto de Engenheiros Civis de Londres elaborar o projeto do sistema contratado, bem como desenvolver intensa atividade para organizar e constituir uma empresa de capital inglês, a The Rio de Janeiro City Improvements Company Limited, conhecida depois como City, para a qual o contrato de Russel e Lima Junior foi transferido, em maio de Os distritos de esgotos

 O projeto de Eduardo Gotto previu 3 distritos: 1º Distrito Inicialmente chamado de São Bento e depois de Arsenal, cujos esgotos eram conduzidos para a Casa de Máquinas do Arsenal 2º Distrito da Gamboa, com os seus esgotos conduzidos para a Casa de Máquinas da Gamboa 3º Distrito Da Glória, com os seus esgotos conduzidos para a Casa de Máquinas da Glória. A Cidade do Rio de Janeiro foi a terceira cidade do mundo a ser dotada de rede de esgotos sanitários, precedida por Londres (1815) e Hamburgo (1842). Somente Londres, como Capital se antecipou ao Rio, na construção de suas redes de esgotos. Aos Distritos eram destinadas as seguintes atribuições: Projetar, orçar e executar as instalações prediais de esgotos; Projetar, orçar e executar os coletores da rede de esgotos; Consertar e desobstruir instalações prediais e redes públicas de esgotos. A execução das instalações prediais estava dividida em duas etapas: 1ª - Assentamento dos tubos de queda e de todos os ramais horizontais, caixas e ralos do andar térreo, sendo chamada pela Cia. de serviço de pedreiro 2ª - Execução das canalizações de ventilação e do assentamento de todos os aparelhos de descarga e vasos sanitários da instalação, sendo chamada de serviço de bombeiro O contrato de 1857 encarregou também a City, de construir e conservar a rede de águas pluviais dos 1º, 2º e 3º distritos, aproveitando muitas das valas existentes na cidade. A City foi a segunda companhia Inglesa a se instalar no Brasil, somente antecedida pela Saint John D El Rey Mining Co., em A City iniciou o cumprimento do seu contrato com as obras do 3º distrito em junho de 1863 e concluídas em 1864, inaugurando a Estação de Tratamento de esgotos (Casa de Máquinas) da Glória com a presença do Imperador D. Pedro II e do Ministro de Obras Públicas. Os sistemas de esgotamento O sistema de esgotamento adotado inicialmente foi o misto ou separador parcial inglês que compreendia duas redes distintas: uma para águas pluviais e outra para os esgotos sanitários e contribuições das águas pluviais dos pátios internos e telhados dos prédios.

Fonte: https://docplayer.com.br/149717016-O-projeto-de-eduardo-gotto-previu-3-distritos-2o-distrito-da-gamboa-com-os-seus-esgotos-conduzidos-para-a-casa-de-maquinas-da-gamboa.htm

 Mapa em http :http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_cartografia/cart326448/cart326448.html

http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_cartografia/cart326448/cart326448.html

Mapa comleto para download em PDF:

http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_cartografia/cart326448/cart326448.pdf